Blog, Marketing de Conteúdo,

O que é Marketing Digital e como eu vi empresas falirem por causa dele

Por Guilherme Moura em 4 de janeiro de 2019
Você sabe o que é Marketing Digital? Conheça os detalhes interessantes sobre esse conjunto de estratégias, dicas e como muitas empresas brasileiras estão falindo por causa dele.
Leitura de 6 minutos
Avalie este artigo:

O Marketing mudou junto com o avanço natural do mundo, da tecnologia e principalmente com a chegada da internet em 1969.

Antes as agências de marketing trabalhavam no estilo “dois dedos de whisky” para ter grandes ideias publicitárias. Faziam a veiculação na TV e a mágica acontecia.

Hoje com tantos acontecimentos, como o fenômeno de transmídia, descentralização da informação, queda de audiência da rede aberta e fechada de TV, domínio da atenção pelas redes sociais e internet… O marketing foi obrigado a se adaptar.

Resumindo, hoje temos duas vertentes: Marketing tradicional e Marketing Digital.

O que é o Marketing Digital? Será que ele realmente traz resultados? Será que vale investir?

Pretendo responder essas questões nesse post e falar sobre como eu vi empresas falindo miseravelmente no mercado digital.

O que é Marketing Digital?

Essa é uma questão bem complexa apesar de parecer simples. Marketing Digital é algo muito amplo para se explicar de forma simples. Então vou tentar ser o mais claro possível.

Marketing digital é um conjunto de estratégias online para atrair novos clientes para seu negócio através de mídias digitais.

é um meio de comunicação muito mais direta, personalizada, pessoal, automatizável e mensurável que os meios tradicionais.

Essa expressão é usada também para se referir a profissionais tem pequenos negócios 100% online e trabalham desenvolvendo estratégias digitais para outras empresas ou para se promover como autoridade de marketing na internet.

Esse profissionais são chamados de “Digital Marketers”, na America do norte, claro. No Brasil, chamados de “empreendedores digitais”.

Quais as mudanças a nível cultural o Marketing digital trouxe?

O marketing digital tornou a promoção acessível a todos sejam pequenas empresas ou pessoa física.

Por exemplo: o Bar da Ludi (Bar do zé está ultrapassado né 😆 ) pode criar uma página no Facebook, no Instagram e promover seus produtos sem precisar contratar uma agência, investir centenas de milhares em publicidade na TV. Além disso consegue se comunicar diretamente com as pessoas que moram no bairro em que atende.

Exemplo 2: o Fabinho, Designer especialista em criação de logo para empresas, consegue promover o seu trabalho através do marketing digital adquirindo novos jobs e clientes.

Mas ele pode fazer muito mais que isso! Ele pode criar um curso online ensinando outros designers a vender o seus serviços na internet, empacotar esse conhecimento em formato de curso online, gravar as aulas e cobrar um valor para cada aluno. Fabinho, de repente, tem um projeto em mãos com um poder de escala enorme, já que ele não precisa ter estoque, não tem limitação física de salas para colocar os alunos e gastou com a produção do conteúdo apenas uma vez.

Com isso, ele pode vender o curso para 1.000, 10.000, 100.000 pessoas! Podendo trabalhar de qualquer lugar com acesso a internet, seja em casa, em sua empresa ou viajando o mundo.

Essa possibilidade deu origem a uma novo geração chamada de Nômades Digitais. Por ser uma forma extremamente rápida e barata de se tornar um empreendedor ou montar uma empresa, hoje milhares de jovens, mesmo sem experiência em negócios, estão trabalhando nesse formato.

Vantagens do Marketing Digital

1. Mensuração precisa de resultados

A maior vantagem que o marketing digital trouxe, e também maior diferença em relação ao marketing tradicional é a possibilidade de metrificar resultados de forma super detalhada.

Em veiculação de propaganda na TV o empresário não tem como saber qual propaganda de fato está vendendo mais, qual o meio que mais vendeu. Com isso não consegue otimizar o investimento. Será que minhas vendas vieram do outdoor da rua X, da rua Y ou da panfletagem? Ele nunca saberá com 100% de certeza.

Já no Marketing digital você pode testar 10 anúncios diferentes ou mais ao mesmo tempo e saber exatamente qual está gerando o resultado. Sabe se a venda veio do Facebook ads, do Google ads, Native ads, banners, blog ou pesquisas orgânicas.

A publicidade no digital, se torna uma espécie de bolsa de valores, onde você analisa os dados e toma a melhor decisão.

2. Via de mão dupla com o consumidor

Você tem o feedback instantâneo do seu público e sabe se eles estão gostando da sua comunicação ou não, através de comentários e reações.

3. Automação

O poder de automação no digital é enorme. É possível programar uma sequência de interações com o seu público, gatilhos para acionar ações, agendar publicações, etc.

Muitas empresas vão à falência por causa do Marketing Digital

O marketing digital pode dar muito resultado para aqueles que sabem o que estão fazendo e ao mesmo tempo pode acabar com os desavisados sobre as armadilhas.

Armadilha 1: Métricas de vaidade

Esse é um dos pontos chaves onde muitos cometem o erro de medir resultados pelas métricas erradas.

  • Curtidas na página do Facebook;
  • Seguidores no Instagram;
  • Tráfego no blog;
  • Cliques no seu anúncio;
  • Número de Leads na base.

Essas são métricas que muito empresários enchem o peito para falar “minha postagem viralizou e gerou 100.000 likes”…

Ok… quanto isso se refletiu em dinheiro no seu bolso?

Armadilha 2: Todos os ovos na mesma cesta

Outro erro clássico é apostar em apenas uma estratégia de geração de tráfego para sua estrutura online. O empresário fica dependente apenas de Google ads, Facebook ads, SEO, indicação de afiliados.

O ideal é ter um mix de fontes de tráfego.

Um exemplo clássico é o do pequeno infoprodutor que aposta todas suas fichas no Facebook ads, se fazendo valer de toda e qualquer estratégia que pode aumentar seu retorno. Por conta disso acaba violando as regras do Facebook e levando bloqueio na conta de anúncios.

Armadilha 3: Escala de anúncio

Outro erro que acontece muito por conta da ansiedade. O profissional cria um anúncio, seja no Google ou no Facebook ads com um orçamento de R$100,00 e retorna R$1.000,00 em vendas. No outro dia faz a escala de orçamento de R$100,00 para R$10.000 pensando que vai vender R$100.000. E o que acontece? A campanha desanda e o retorno é negativo.

Isso é comum acontecer. No momento de escalar é preciso ter muito cuidado e ir aumentando orçamento aos poucos.

Ví muitos pequenos empreendedores que tinham orçamento limitado acabarem com seus negócios da noite pro dia por causa desse detalhe.

Resumo

As estratégias de Marketing Digital podem te levar para dois caminhos. O caminho de passar muito tempo procurando o “pulo do gato”, a “estratégia matadora” que vai fazer você ter aquele retorno de investimento estratosférico. Ou investir em estratégias consistentes como Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing que vão garantir retorno a médio e longo prazo.

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Guilherme Moura

Guilherme Moura

Marketing Expert em Conexorama
Apaixonado por Marketing Digital e Marketing de Afiliados. Ganhador do Prêmio RedBelt da Eduzz (faturamento acima de 6 dígitos). Nas horas vagas, praia, sol e água salgada.
Guilherme Moura