Blog, Ferramentas,

Por que indicamos usar o WordPress como CMS para o blog da sua empresa

Por Ana Paula Agostini em 4 de março de 2022
Vamos falar um pouco sobre o que é um CMS, porque o WordPress é a melhor opção e quais são as vantagens – e contrapontos – de ter na sua estratégia de Marketing.

A Regra de Ouro para todos que já aplicam – ou precisam aplicar – Inbound Marketing em seu negócio é que conteúdo é indispensável para que ele funcione. Mas para colocar seu conteúdo na rede, você precisa de um blog e, consequentemente, de uma ferramenta bem especial: o CMS, um sistema para gerenciamento de conteúdo.

Nós, da Conexorama, utilizamos em nosso conteúdo e recomendamos o uso do WordPress, sabidamente o mais popular e amigável CMS do mercado.

Tenho certeza que você já ouviu falar do WordPress, mas neste artigo, vamos falar sobre o que é um CMS, o que faz do WordPress é a melhor opção e quais são as vantagens – e contrapontos – de adotá-lo para o seu blog. Bons estudos!

O que é um CMS e por que eu preciso de um?

CMS é a abreviação de “Content Manager System” ou, em bom português, “Sistema de Gerenciamento de Conteúdo”.

Ele é uma ferramenta que permite a criação, publicação, modificação, gerenciamento e distribuição de conteúdo em um site, sem a necessidade de conhecimentos técnicos profundos – ou seja, sem a ajuda do departamento de TI.

É o CMS que permite a você o gerenciamento de conteúdo do seu site sem precisar escrever milhares de linhas de códigos. Além de ajudar a estruturar seu site, permitindo o arquivamento de páginas adicionais e oferecendo um processo simplificado e intuitivo para gerenciar e editar conteúdo de uma página.

Ou seja, em vez de criar um sistema próprio para abrigar seus conteúdos, imagens e outras funcionalidades do site, o sistema de gerenciamento de conteúdo toma conta de toda a infraestrutura necessária, permitindo que você se concentre no que importa: produzir conteúdo de qualidade.

Como saber se sua empresa precisa de um CMS

No universo do Marketing Digital é comum que precisemos adotar ferramentas específicas para cada uma das necessidades e estratégias adotadas. O que faz com que uma empresa frequentemente conte com uma lista interminável de softwares e ferramentas.

Por isso é importante entender se sua empresa precisa mesmo de um CMS, ou se isso é algo que não irá agregar tanto na sua rotina.

Se sua empresa se encaixa em algum dos fatores listados abaixo, adotar um CMS é altamente indicado:

Se você já faz ou pretende fazer Inbound Marketing, já entendeu que um CMS será fundamental. Afinal, o primeiro item da lista é um dos pilares do Inbound Marketing: ter um blog.

Por que usar o WordPress como CMS?

O WordPress é, sem dúvida, o CMS mais famoso de todos. Mas existem algumas controvérsias sobre ele ser ou não um CMS de fato. Afinal, ele é, em suas raízes, um criador de blogs, não um gerenciador de todo o conteúdo de um site.

Mas hoje, com a evolução da plataforma e dos plugins disponíveis para melhorar a experiência e ampliar as funcionalidades do WordPress, ele é sim considerado um sistema de gerenciamento de conteúdo.

Existem outras opções no mercado, como o Joomla – para negócios menores –, o Drupal – para sites com grande número de visitantes – ou o Magento – para e-commerces. Mas o WordPress é tão imponente que até grandes empresas usam WordPress. Dá uma olhada em alguns exemplos:

1. Editora Abril

Em 2016, a Editora Abril anunciou que migraria todos seus sites para a plataforma do WordPress e os resultados foram expressivos: um aumento de 71% na quantidade de cliques em desktops e 78% em mobile.

E, como a empresa mantém ainda todos seus sites em WordPress, podemos assumir que esses números seguem uma tendência de alta.

captura mostra site da editora Abril utilizando o WordPress como CMS para blog

2. Beyoncé

A cantora arrecadou US $57 milhões de dólares entre 2015 e 2016. Ela poderia facilmente investir no desenvolvimento de um CMS próprio para seu site, com o melhor programador possível. Mas qual a necessidade de fazer isso quando existe uma ferramenta gratuita que supre todas as suas necessidades?

captura mostra site da cantora Beyoncé utilizando o WordPress como CMS para blog

3. Facebook / Meta Newsroom

A Meta – antigo Facebook –, mesmo com o poderio técnico que dispõe, também escolheu WordPress para seu site de notícias internas.

captura mostra site do Facebook utilizando o WordPress como CMS para blog

Vantagens em usar o WordPress como CMS

Ok, você já entendeu que precisa de um CMS se vai fazer Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo, e já sabe também que até mesmo grandes empresas optam por adotar um CMS gratuito como o WordPress em vez de pagar para desenvolver um próprio.

Mas, afinal, quais são as principais vantagens de adotar o WordPress como CMS?

Olha só algumas delas:

Fácil, extremamente fácil

Configurar o seu site através do WordPress não requer que você tenha qualquer conhecimento em Ciência da Computação, conhecimentos em HTML, PHP ou outra linguagem de programação.

Para adicionar uma funcionalidade nova para o seu site não é necessário escrever linhas e linhas de código. Tudo o que você precisa é avaliar e escolher um plugin.

Existem até mesmo temas prontos para que você não precise desenvolver o layout do seu blog do zero.
Mas, vale o lembrete: tome cuidado ao usar muitas coisas prontas para que não perca a identidade da sua marca.

O WordPress é uma ferramenta open-source

Digamos que você tenha esses conhecimentos em programação – ou um profissional dedicado a isso na sua equipe – e você quer customizar seu site feito pelo WordPress. O CMS tem essa abertura, pois é construído em código aberto.

Isso significa duas coisas:

Comunidade ampla

Essa comunidade, inclusive, é outra grande vantagem da plataforma.

O suporte de uso funciona muito bem, justamente pela grande base de usuários disposta a pontar erros, comentar e sugerir correções e melhorias.

Existe até um site da comunidade brasileira no WordPress – que usa, claro, o WordPress como CMS.

Alto nível de segurança

Muito se especula sobre o nível de segurança oferecido pela plataforma, especialmente por se tratar de uma ferramenta gratuita. Para os mais leigos, até mesmo a menção do termo “Open Souce” parece assustar.

A verdade é que o WordPress tem um dos serviços mais seguros de CMS existentes, com menos patches de segurança que seus concorrentes. Ainda, a abertura do código permite que seu site seja ainda mais seguro, com uma camada a mais de proteção contra hackers ou situações que possam comprometer seus dados.

Vantagens para seu SEO

Os links permanentes (ou permalinks) que seu conteúdo gera quando é publicado podem ser facilmente salvos pelos usuários e acessados em outro momento, mesmo quando eles sumirem da página de entrada do seu site.

Outra vantagem é o pinging: o WordPress avisa os robôs que indexam o conteúdo para que, sempre que você postar algo, eles venham analisar seu site de novo. Assim, as buscas em sites como o Google incluirão seus novos conteúdos mais rapidamente nos resultados.

Isso sem contar nos plugins para SEO diversos que podem facilitar ainda mais a produção de conteúdo otimizado para os buscadores.

Contrapontos no uso do WordPress

É claro que nem tudo são flores e, apesar do grande número de vantagens, existem alguns contrapontos que você precisa conhecer antes de tomar a decisão de adotar o WordPress como seu CMS. Vamos a eles?

Atualização constante

Por ser uma plataforma Open Source, o WordPress está em constante evolução. Não só ele, como também os plugins disponíveis.

Caso você deixe de atualizar o WordPress ou seus plugins, o desempenho do seu site pode ser comprometido. Então, ao adotar o WordPress como CMS, conferir se existem atualizações disponíveis e executar as atualizações deve fazer parte da sua rotina semanal.

Instalar é simples; modificar, nem tanto

Se você quiser modificar para valer o layout do seu site, ou implementar widgets diferenciados e únicos, que não sejam suportados por plugins já existentes, você precisará sim de conhecimento técnico. Sem programação, você vai ter boas limitações do que você pode fazer.

Entretanto, por ser tão popular e contar com uma ampla comunidade disposta a ajudar, não vai ser difícil encontrar um profissional que possa te ajudar nessas modificações.

Código extenso prejudica a velocidade de carregamento

Uma das métricas levadas em conta como Core Web Vital, a velocidade de carregamento pode impactar o desempenho do seu site nas páginas de resultados dos buscadores.

Acontece que o código fonte do WordPress, somado aos códigos do tema utilizado, plugins e customizações, é bem longo e pode acabar afetando essa velocidade de carregamento.

Uma forma de minimizar esse impacto é sempre estar de olho e remover temas e plugins que não estão sendo utilizados, reduzindo a chance de sobrecarga.

Como comentamos anteriormente: nós usamos o WordPress como nosso CMS, e recomendamos que todos os nossos clientes usem. As vantagens da ferramenta sobrepõem em muito os contrapontos, que podem ser facilmente contornados.

// Quer aprofundar seus estudos e ter um entendimento completo do WordPress e de como extrair o máximo do seu CMS? Confira nossa trilha: Noções essenciais sobre WordPress.

Mas e você? Já usa o WordPress como CMS para seu site ou blog? Tem alguma outra dúvida? Use nossa caixa de comentários para nos contar! Vamos gostar de ouvir você! 🙂

Ana Paula Agostini

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x