Blog, Marketing de Conteúdo,

O que são Rich Snippets e Featured Snippets

Por Content em 1 de abril de 2020
Leitura de 6 minutos

Quem trabalha com SEO já sabe a importância de conquistar o primeiro lugar no Google. Afinal, os primeiros resultados tendem a conquistar mais cliques e, portanto, são mais acessados pelos usuários.

Só que, de uns anos para cá, o Google criou uma outra modalidade: os featured snippets. Além de ter acrescentado novas informações na página, com os rich snippets.

Com essas mudanças, as otimizações de antes deixaram de ser suficientes. No caso dos featured snippets, por exemplo, os critérios para rankeamento são um pouco diferentes da primeira página.

Tanto que é muito comum encontrar sites diferentes nessa posição e no primeiro lugar da busca.

Mas peraí, você ainda não sabe o que são esses snippets? Então vamos do começo. Neste artigo, você vai entender o que são esses elementos, por que eles importam e como otimizar seus conteúdos para eles. Continue lendo e entenda!

O que você vai encontrar nesse artigo:

O que são Rich Snippets?

Em primeiro lugar, vamos explicar o que são os rich snippets.

Traduzidos como “fragmentos ricos”, esses elementos compõem as informações do seu site que aparecem na página de resultados. 

São nada mais do que dados como avaliações, páginas do site, endereços e comentários, que aparecem junto de um resumo da sua página, composto pela meta description e pelo meta title.

Quer um exemplo? Então veja as estrelas que aparecem na avaliação da Conexorama:

Avaliação da fanpage da Conexorama

Ou então confira as páginas do site que aparecem junto da home quando buscam pela nossa agência:

Páginas do site que aparecem junto da home quando buscam por Conexorama

Eles servem para melhorar a experiência do usuário e ajudam na hora de decidir em qual link clicar. Por isso, são muito importantes para uma estratégia de SEO eficiente.

Afinal, conquistar a posição é só o primeiro passo para excelentes resultados. Depois, você ainda precisa atrair o clique para o seu site.

Como utilizar os Rich Snippets na minha estratégia?

Os rich snippets fazem parte de algumas otimizações de SEO on page um pouco mais avançadas. Isso porque exigem alterações no código da página, para estruturar os dados do site e auxiliar o Google a compreender as informações contidas nela.

A forma mais simples de fazer isso, para quem não sabe nada sobre desenvolvimento, é com a ajuda de um plugin.

Para o WordPress, por exemplo, existe o All In One Schema, que ajuda a estruturar quais informações devem aparecer.

Aliás, o próprio Google estimula que os sites utilizem dados estruturados para organizar as informações e facilitar a navegação. Por isso, na galeria de pesquisa do buscador você consegue entender quais tipos de rich snippets existem e como criar os códigos.

Além disso, dá para verificar, utilizando o Google Search Console, quais dados ele conseguiu identificar. Assim, você consegue conferir o que deu certo nas suas otimizações.

Mas atenção: otimizar seu site para rich snippets não garante que eles serão exibidos. O Google tem seus próprios critérios e personaliza os resultados para cada usuário. Por isso, a empresa não dá nenhuma garantia de que o conteúdo vai aparecer como você quer.

Importância dos Rich Snippets

Mas se eles podem não aparecer, por que investir em rich snippets mesmo assim?

A resposta é que os rich snippets fazem muita diferença na quantidade de pessoas que clicam no seu site quando veem ele. 

Ou seja, o CTR (Click-Through Rate) da página aumenta, o que ajuda na sua estratégia e também no rankeamento no Google.

Assim como eles fazem diferença para diminuir a taxa de rejeição do site, outro fator analisado pelo buscador para escolher as páginas mais relevantes aos usuários.

E os Featured Snippets?

Outra mudança que a página de resultados sofreu nos últimos anos foi a inclusão dos featured snippets.

Esses recursos são quadros com respostas rápidas a perguntas específicas, que aparecem antes mesmo do primeiro resultado da página.

Por isso, também são conhecidos como “posição zero” do Google. E, claro, atraem muita atenção dos especialistas em SEO. Afinal, quem não quer se destacar dessa maneira?

Mas antes de falar sobre as otimizações que você pode fazer no seu conteúdo, vale explicar que existem três tipos de featured snippets no Google: listas, parágrafos e tabelas.

Featured Snippets

As listas geralmente servem para tutoriais ou para responder a perguntas do tipo “quem são as pessoas mais ricas do mundo” ou “quais as maiores cidades do Brasil”.

Já os parágrafos são mais úteis para palavras-chave que começam com “o que é” ou “por que”. Ou seja, são trechos das páginas mais bem ranqueadas, que servem para responder uma pergunta mais objetiva.

Por fim, as tabelas aparecem quando pesquisamos por modelos de produtos ou então informações nutricionais.

Como conquistar o Featured Snippet?

Agora sim, vamos mostrar o que todo mundo quer: responder como colocar seu site nessa posição!

Primeiramente, vale avisar que sua página não precisa estar em primeiro lugar para aquela primeira-chave para ser escolhida pelo Google como featured snippet. Segundo uma pesquisa feita pelo Ahrefs, 70% das páginas que ocupam esse espaço estão em outras posições.

Isso porque existem critérios especiais para essa escolha, que podem ou não, ser os mesmos que os de ranqueamento. Mas, infelizmente, o Google não abre o jogo sobre os determinantes para um site estar ou não na posição zero.

O que foi observado, contudo, é que você precisa responder as perguntas de maneira objetiva. Ou seja, em até 300 caracteres.

Já no caso das listas, o ideal é mostrar uma média de 4 itens, com cerca de 11 palavras cada um. Enquanto para as tabelas, o melhor é um tamanho de, aproximadamente, 3 a 4 linhas por 3 colunas.

Importância dos Featured Snippets

O problema dos featured snippets, porém, é que eles tendem a roubar tráfego dos sites. Pois é. Ao entregar a resposta que o usuário procura de maneira muito rápida, ele pode deixar de clicar nos links da página de busca.

Isso é considerado um problema para muitos portais que dependem do volume de tráfego. Mas existem ainda existem várias vantagens de conquistar a posição zero.

Tráfego

Se você não estiver no top 3, é provável que mesmo assim, o snippet ainda te ajude a receber mais tráfego do que teria se dependesse só da ordem normal da página de resultados.

Segundo o estudo do Ahrefs, o snippet ainda consegue roubar cliques do primeiro colocado. Diminuindo de 26% dos cliques na primeira posição para 19,6%.

Autoridade

Além disso, seu portal compete com grandes portais e pode conquistar mais autoridade dentro do público para determinado tema.

Inclusive, se esse é o seu objetivo, que tal conferir também o nosso checklist de SEO? Nele, mostramos mais algumas dicas para conquistar a confiança dos buscadores e, principalmente, do público. Acesse e confira!

E se você tiver alguma dúvida ou quiser deixar sua contribuição sobre rich snippets e featured snippets, deixe seu comentário!

*Artigo produzido em co-autoria com Eduarda Pereira

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!