Blog, SEO,

Plugin SEO By Yoast: passo a passo para otimizar seu artigo

Por Content em 28 de fevereiro de 2020
Para quem trabalha com Marketing de Conteúdo e otimização de sites, o plugin SEO By Yoast é um dos principais aliados. Saiba como otimizar seu Artigo!
Leitura de 9 minutos

Se você trabalha com Marketing de Conteúdo, provavelmente já ouviu falar no plugin SEO by Yoast. Essa ferramenta, além de gratuita, tem eficiência comprovada e uma integração bem simples com o WordPress, o sistema de gerenciamento de conteúdo mais utilizado no mercado.

Com o Yoast, você melhora o desempenho do seu site otimizando cada post ou página individualmente, por meio das orientações da ferramenta e, claro, com um conhecimento prévio de SEO On Page.

Além do mais, o Yoast é uma ferramenta intuitiva e pode ser utilizada tanto por profissionais experientes de Marketing, quanto por iniciantes.

Quer saber como otimizar sites e buscar o melhor posicionamento nos buscadores? Chegou a hora de conhecer a fundo esse plugin!

O que é o Yoast?

O SEO by Yoast é um plugin instalado no WordPress do seu site, que vai ajudar a identificar se as páginas estão seguindo as melhores práticas para serem encontradas no Google e outros buscadores.

Ele foi criado em 2008 e serve como um checklist de SEO para garantir que você fez todas as otimizações possíveis para garantir um bom rankeamento!

Mas afinal, por que usar o Yoast? Nós explicamos a seguir!

Por que o SEO by Yoast é importante?

Se você chegou até aqui, provavelmente sabe que chegar nas primeiras posições do Google pode render excelentes resultados para a sua empresa.

Alcançar esse lugar não é uma tarefa simples. Além disso, os algoritmos estão sempre mudando e a concorrência não para. Por isso, é importante contar com toda ajuda possível, principalmente de ferramentas práticas e simples de usar!

E o Yoast é uma delas.

Ele aponta tendências e possíveis otimizações internas no seu blog.

Ele é o termômetro que você precisa para medir o trabalho de otimização do site e fazer, ainda que gradualmente, com que sua página tenha uma presença mais forte na internet.

Como instalar o Yoast?

Quem ainda não utiliza o Yoast não precisa se preocupar. A instalação é bem simples e pode ser feita até mesmo por quem é bastante leigo.

Basta ir até o Dashboard do seu WordPress e localizar na coluna esquerda o botão “Plugins”. Passe o cursor por cima dele e clique na opção “Adicionar novo” que deve aparecer.

Depois disso, você vai ser direcionado para uma página com diversos plugins disponíveis. Encontre a caixa de busca e pesquise pelo SEO by Yoast. Quando achá-lo, é só clicar em “Instalar plugin” e ativar em seguida.

Como instalar um plugin no WordPress

Vale lembrar, porém, que essa ferramenta só funciona no WordPress. Se você ainda não usa esse CMS, veja no vídeo por que nós indicamos essa plataforma!

Como configurar o SEO by Yoast?

Depois da instalação, você ainda precisa configurar o Yoast no WordPress. Se o processo deu certo até aqui, haverá um botão escrito “SEO” na barra lateral do Dashboard.

SEO barra lateral

Clicando nele, você vai ser direcionado para uma página só do SEO by Yoast, com as abas Geral, Suas Informações, Ferramentas para Webmasters e Segurança.

Vá em Suas Informações para incluir o nome do seu site e selecionar se ele representa uma empresa ou pessoa.

Depois, clique em Ferramentas para Webmasters e configure as integrações entre o Yoast e as demais ferramentas que você deseja utilizar no seu site, como Alexa, Google Search Console, entre outras.

Por último, acesse a aba de Segurança. Nela, você vai definir quem consegue editar configurações avançadas do plugin, como redirecionamentos e canonical tags.

Se clicar em Ativar, apenas administradores do blog vão conseguir alterar essas informações.

Isso é muito útil quando existem diversos autores no site e você não quer correr o risco de ter alguém mudando configurações por acidente.

Quais são as principais funções que o SEO by Yoast oferece?

Plugin instalado e configurado, chegou a hora de colocar em prática todas as otimizações de conteúdo que ele possibilita. A seguir, você vai conhecer as principais funções que ele oferece. Olha só!

Metadados

Os metadados transmitem informações da página para o robô dos buscadores a respeito da title tag e da meta description.

Ou seja, com o Yoast é possível otimizar o título e a descrição da página que aparecem quando seu site é encontrado no Google, sem precisar editar diretamente no código da página.

Além disso, o plugin indica as melhores práticas, como o tamanho ideal e a presença da palavra-chave em ambos.

Boas práticas para SEO

Links internos/externos

Com o SEO by Yoast, também é possível fazer links entre as páginas de um mesmo site. E, se for preciso, é possível fazer linkagens externas também, utilizando a URL de outros sites.

Se você é iniciante no Marketing Digital, precisa também entender um pouco sobre a importância do link building em um site.

Para realizar uma  linkagem interna, basta clicar em “Inserir/Editar Link” e colocar a URL da página de destino na caixa correspondente.

É importante jamais se esquecer de selecionar a opção “Abrir link em nova aba”, para que o usuário não dê saída na página e termine por ali mesmo a sua experiência.

Inserir e editar links

Tag alt

A tag alt, ou texto alternativo, é um dos atributos mais importantes de uma otimização interna de SEO.

Será por meio desta tag que o robô do Google entenderá do que as imagens contidas no conteúdo se tratam. Em outras palavras, o texto alternativo descreve a imagem.

Texto alternativo

Para otimizar a tag alt, pode-se utilizar uma descrição do que imagem representa, ou até mesmo o próprio título do artigo.

Neste caso, se tivéssemos a foto de uma sandália de salto marrom e um artigo com o título “10 modelos mais exóticos de salto alto”, uma boa otimização seria:

  • Palavra-chave: modelos mais exóticos de salto alto;
  • Título da imagem: modelos-mais-exóticos-de-salto-alto.jpg;
  • Tag Alt: 10 modelos mais exóticos de salto alto ou modelo exótico de salto alto cor marrom.

Não indexar/Não seguir

Nas chamadas “configurações avançadas”, é possível permitir que uma página deixe de indexar (ser encontrada no Google).

Essa opção é necessária, por exemplo, quando temos uma página em manutenção ou de administração da conta, que não deve ser exibida pelos buscadores.

Configurações avançadas YOAST

Na imagem acima, visualizamos que o padrão “index” está ativado. Neste caso, todas as páginas que forem publicadas serão indexadas.

É importante, ao configurar as páginas, prestar atenção nesta opção e demarcar páginas que não devem aparecer com a opção “no index”.

Já a opção não seguir diz respeito às ligações entre uma página e outra. Esta opção é geralmente utilizada nas linkagens externas, quando desejamos linkar uma página mas não queremos nosso domínio associado. Caso queira desvincular seu site em alguma linkagem, basta marcar a opção “nofollow”.

Configurações Sociais

Configurações Sociais

O Yoast também permite configurar o título, a descrição e a imagem que irão aparecer no Facebook e no Twitter. Na imagem acima, você vê que o preenchimento é simples: basta inserir no plugin o texto que vai ficar visível no feed!

O que o Yoast leva em consideração?

Na imagem abaixo, podemos perceber que as principais configurações On Page compreendem duas frentes: a Legibilidade do conteúdo e as otimizações com base na keyword.

Aba Legibilidade

Aba de Legibilidade

Com a função Legibilidade, o Yoast avalia fatores como a extensão do subtítulo e do parágrafo, bem como o tamanho das frases.

Para o plugin, quanto maiores as frases, menor a legibilidade. Por isso, o ideal é ter sentenças diretas.

Além disso, ele conta a quantidade de palavras de transição utilizadas no artigo, para considerar também a experiência do usuário na página.

Aba Palavras-Chave

A aba de palavras-chave diz respeito às otimizações que podem ser realizadas com base nas palavras-chave. Ou seja, repetições, título, meta descrição e URL, por exemplo.

Aba de palavras-chave

Para fazer essa otimização interna, é imprescindível escolher um palavra-chave em foco. Esta palavra-chave deve constar em todos os elementos citados acima, inclusive na tag alt, a tag descritiva de imagens.

Se você ainda não fez um estudo de palavras-chave, considere utilizar uma ferramenta para ajudar na pesquisa. Aqui na agência, por exemplo, utilizamos o Keyword Planner, o Planejador gratuito da Google.

Além disso, confira o nosso infográfico de SEO para Redatores e entenda tudo sobre a importância dessas práticas.

Como funciona a avaliação do Yoast?

O SEO By Yoast é um robô, assim como aquele que lê os algoritmos do próprio Google. Por isso, devemos ter em mente que muitas das informações que o Yoast aponta são tendências que  devem ser interpretadas, ao invés de creditadas com unanimidade.

De maneira simplificada, se você quer trabalhar com o Yoast, deve aprender a compreender os seus sinais.

Nem toda avaliação negativa do plugin significa que sua otimização está ruim ou que faltou algum detalhe. Muitas vezes, cabe a você interpretar, conhecendo os princípios básicos de SEO. Quer um exemplo?

Otimização: plugin + análise manual

Suponha que o seu blog tem um trabalho intensivo de Marketing de Conteúdo e SEO. Segundo conceitos das práticas, os textos devem ser densos e possuir palavras-chave no conteúdo.

Mas imagine que surgiu uma novidade no mercado e tudo o que você precisa fazer é relatar a notícia. Nesse caso, é pouco provável que você consiga produzir um conteúdo longo. Afinal, trata-se de uma novidade e ainda não há muitas informações.

O mesmo acontece com o uso de palavras-chave: se é uma novidade, ainda não há volume de procura.

Nesta situação, você deve usar sua avaliação humana na hora de fazer uma interpretação.

Muitas vezes, incluir apenas a descrição da tag alt, definir uma palavra-chave e editar os metadados já é suficiente para garantir um bom desempenho do artigo, dependendo de outros fatores de rankeamento.

Por isso, não se esqueça: utilize o SEO by Yoast como ferramenta de auxílio. A otimização final ainda é sua!

Além disso, se quiser saber mais sobre os melhores plugins de SEO para o WordPress, acesse nosso outro artigo sobre o assunto!

Nele, você vai conhecer ferramentas para fazer redirecionamentos, cuidar de links quebrados, entre outras funcionalidades.

*Artigo produzido em co-autoria com Eduarda Pereira

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Content