Blog, Inbound Sales,

O que “Trabalho de Formiguinha” tem a ver com Inbound Marketing?

Por Jean Vidal em 27 de julho de 2015
A expressão Trabalho de Formiguinha é uma fantástica comparação do posicionamento correto quando estiver trabalhando o Inbound Marketing. Entenda!
Leitura de 6 minutos

A formiga é um dos insetos mais populares do mundo. Basta prestar um pouco de atenção ao ambiente onde você se encontra que será capaz de identificar um grupo de formigas seguindo com sua rotina, na maioria das vezes até vai conseguir achá-las independente do horário que estiver lendo esse artigo.

E não será à toa que abordaremos essa expressão no artigo de hoje, já que “trabalho de formiguinha” é uma fantástica comparação do posicionamento correto quando estiver trabalhando (para você ou clientes) com o Novo Marketing. Entenda mais!

O que significa e representa o “Trabalho de Formiguinha” no Inbound Marketing?

A primeira sensação quando nos referimos por trabalho de formiguinha é a interpretação de tempo, ligado a ideia de que as coisas vão acontecer, mas que há de se ter paciência e persistência.

Esse ponto de partida é importante na mensagem da metáfora, contudo, a analogia muitas vezes pode ser empregada para solicitar paciência perante a casualidade ou inatividade.

Cuidado, para que a mensagem seja interpretada corretamente no comparativo do inseto com negócios, não podemos esquecer de que no trabalho das formigas estamos nos baseando pelos seguintes pontos:

  • Trabalho em equipe;
  • Organização e estratégia;
  • Comprometimento coletivo;
  • Superação na função que você exerce;
  • Abrangência de atuação.

Diante esses pontos, fica a dúvida: Se o trabalho de formiguinha pode ser comparado a coletividade – portanto a velocidade – seria errado aplicá-lo para pedir cautela?

A resposta podemos retirar da própria rotina da vida em sociedade das formigas. Por exemplo, imagine uma trilha, um caminho de formigas que, de uma hora para outra, teve sua passagem interrompida. No primeiro instante ocorre uma agitação (algo parecido com um “pânico” instaurado); Contudo, em seguida não é incomum observar que surge uma “roda” (algo como uma “reunião”) entre elas, onde no terceiro momento já estão em uma nova rota.

Essa imaginação sugerida é importante para respondermos a dúvida acima. Considere que o trabalho de formiguinha está sim ligado a paciência (e principalmente a persistência), mas que sua sustentação provém do objetivo e tática aplicada.

E podemos comparar o surgimento do Marketing Digital sem muito foco ou estratégia, até a formação de uma metodologia, que é o Inbound Marketing. Então, sim, você pode usar a expressão para pedir persistência, quando o processo estiver claro e bem definido.

Quando é importante aplicar essa compreensão no Marketing Digital?

Algumas atividades encaixam bem nessa compreensão, onde apenas com uma boa dosagem de persistência, trabalho coletivo, comprometimento e superação é que aparecerão grandes resultados, por exemplo:

Marketing de Conteúdo e SEO:

Quando você começa a fazer Marketing de Conteúdo com o seu blog é comum parecer que está falando “sozinho”. Afinal, você não tem ainda audiência. Essa solidão costuma resultar em abandono do projeto, o que é fatal para o Inbound Marketing.

É preciso persistência em manter uma rotina de publicações. Trabalho coletivo para que tenhamos quem escreve, quem revise ou complemente e até quem publique e foque em divulgar. Além, é claro, da superação em conseguir ir além na qualidade da mensagem repassada.

Muito ligado ao Marketing de Conteúdo, o processo de SEO (do inglês, Search Engine Optimization), que são ações ligadas a otimizar um site perante as recomendações da engenharia dos buscadores adjunto a referência de outros sites e pessoas, é um processo grande, com diversas frentes até de re-engenharia do site, que podem parecer custos para uma empresa, mas através da aplicação do método no longo prazo é que resultará em um excelente retorno.

Geração de Leads

Outro processo que precisa ser iniciado, mas que tem um resultado diferente quando comparado ao número de visitantes é a Geração de Leads. É comum alguém com pouca experiência se questionar o porque não está tendo uma conversão alta em determinado material e assim querer parar logo a estratégia por não ter fortes resultados.

Nesse processo, além da persistência, não existe uma “receita de bolo” sobre qual material melhor converte ou gera Leads mais qualificados, e portanto melhorar a estratégia para buscar o melhor resultado sobre o investimento será crucial nessa etapa.

Relacionamento com E-mail

É válido ainda citar que todo o processo de relacionamento com sua base de Leads, seja através de newsletter, email promocional ou Nutrição de Leads, é também facilmente comparado com um trabalho de formiguinha, qual a participação do coletivo interligado a persistência será o norte para bons resultados.

Quer dizer que não existem resultados de curto prazo no Inbound Marketing?

Apesar do grande resultado vir através da persistência e qualidade na aplicação da metodologia, será comum termos frentes ligadas a resultados de curto prazo. Ativar essas frentes são cruciais para manter o “fôlego”, mas focar apenas em ações de curto prazo não trará grande crescimento e estabilidade para uma empresa.

O exemplo prático é a Publicidade Online. Podemos hoje mesmo, registrando um cartão de crédito, acionar anúncios em ferramentas como o Google AdWords e Facebook Ads, para gerar forte resultado “do dia para a noite”. Mas ficar dependentes dessas frentes diminuirá o retorno sobre o investimento e poderá pausar também os resultados da empresa quando precisar em algum momento recuar nessa frente.

Se você quer aprender mais sobre resultados de curto prazo, com o AdWords e FaceAds, indico que confira o nosso ebook como aumentar visitantes no curto prazo.

Outra tática que pode oferecer ganhos mais perceptíveis, embora menores dos que o Inbound Marketing oferece à longo prazo, é o uso de Growth Hacking. São estratégias que tem como norte o crescimento, com soluções geralmente de baixo custo e ágeis – não necessariamente anti-éticas, como o termo Hacking costuma implicar.

Como criar um cultura “trabalho de formiguinha” no Inbound Marketing?

O desafio maior é a rotina, a cultura onde todos da sua equipe estejam unidos e direcionados para o objetivo traçado.

Aqui logicamente será necessário alinhamento da gestão, reuniões e melhorar muito a comunicação entre equipes para o bem do Marketing Digital. Em determinados casos, o líder que está puxando essa poderá contar com outros setores (como o próprio RH) para demonstrar a importância da cultura que está sendo desenvolvida.

Na prática, pela nossa experiência, vimos muitas vezes que alguém de fora, como um Agência de Inbound Marketing, um especialista, apesar de não exatamente esse o objetivo, acaba ajudando a colocar todos dentro do discurso, retirando dúvidas, alinhando expectativas e traçando objetivo.

Acredito que se você chegou até aqui já deve ter percebido que fazer Inbound Marketing é complexo. Precisamos ter paciência e persistência através do foco claro da metodologia. Muitas vezes será preciso mudar os rumos da estratégia. E ainda é preciso aplicar frentes de curto prazo e administrar com qualidade as frentes de longo prazo.

Pouco é comentado sobre a complexibilidade da atuação digital, mas é importante ter claro que a jornada de ser referência é um caminho proporcional ao resultado que será alcançado! Deixe sua opinião nos comentários.

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Jean Vidal

CEO e Growth Hacker em Conexorama
Atuo há mais de 14 anos com Marketing Digital, tendo participado do nascimento da Resultados Digitais. Tenho experiências como Gerente de Ecommerce e participei diretamente na implantação de mais de 100 projetos de Inbound Marketing.
Jean Vidal