Blog, Marketing de Conteúdo,

O que é Marketing 4.0 e o fator que mudou para sempre o mundo da publicidade

Por Guilherme Moura em 1 de maio de 2019
Leitura de 5 minutos
O que é Marketing 4.0 e o fator que mudou para sempre o mundo da publicidade
5 (100%) 2 vote[s]

Provavelmente você já ouviu falar bastante por aí sobre Marketing 2.0, 3.0, 4.0…

Cada uma dessas “versões” podemos dizer que são fases ou eras do Marketing tradicional até o surgimento do digital. Vai perceber que em um determinado momento, fica impossível de ignorar o fenômeno de transmídia e a presença obrigatória das empresas na internet e nas redes sociais.

Neste artigo, vou mostrar um panorama geral para entender o contexto de cada versão, falar sobre o atual Marketing 4.0 e como ela tem mudado a forma que a publicidade é feito nos dias de hoje.

É fácil ver as empresas atuando fortemente no Instagram, mídias pagas, SEO, marketing de conteúdo e muitas outras estratégias digitais. Mas nem sempre foi assim…

Antes do digital, as estratégias de Marketing tinham foco completamente diferente. E quem estudou e mapeou essas grandes mudanças e classificou em eras foi Philip Kotler.

Philip Kotler é professor universitário estadunidense com mestrado e PhD em economia. Autor da série clássica, Marketing 1.0, 2.0, 3.0 e 4.0 e também de outros livros importantes da área como Administração de Marketing e Os 10 pecados mortais do Marketing.

O autor é considerado o Guru do marketing e seus livros são muito populares no meio acadêmico.

Contexto histórico das “eras do marketing” segundo Philip Kotler

Vamos analisar o que foram as grandes eras do Marketing antes do Marketing 4.0.

Marketing 1.0 – A era dos produtos

Os clientes precisavam se adaptar aos produtos. O foco da produção e do marketing era unicamente produzir cada vez mais de forma a padronizar produtos e processos para baratear o custo e atingir as massas.

Marketing 2.0 – O era do consumidor

Todo o marketing é voltado para conquistar o cliente, seja por produtos mais sofisticados ou uma comunicação mais interessante. O foco sai do produto e se volta para o que o cliente está pedindo.

As pessoas tinham internet e acesso à informação. Então, elas poderiam comparar um produto com o outro, e assim ganham mais poder.

Nesse contexto, muitas empresas passam a nichar mais sua atuação buscando personalizar cada vez mais seus produtos e se aproximar mais do público.

Marketing 3.0 – Valores

O Marketing compreende o consumidor como um ser pleno, com mente, coração e espírito.

As empresas passam a se posicionar como eco sustentáveis, a favor da preservação da natureza. O envolvimento com causas globais aumenta consideravelmente de modo geral.

A missão, visão e valores das empresas passam a ter muita importância e a ser observadas pelos consumidores como um papel fundamental na decisão entre comprar um produto de uma marca ou outra.

Aqui, é preciso valorizar e estar atento na relação entre os consumidores com outros consumidores, e dos consumidores com a própria marca na internet.

Marketing 4.0 – O Marketing Digital

Os 4 Cs do Marketing. Opa… Não eram 4 Ps? Produto, Preço, Praça e Promoção.

Durante muitos anos os 4 pilares do Marketing eram muito usados, e não significa que eles acabaram. Mas o fato é que, gradativamente, estão sendo substituídos por novos conceitos de acordo com a nova realidade que a tecnologia proporciona e com as mudanças dos hábitos de compra e de vida das pessoas.

Produto – Cocriação

Antes, se planejava e pensava muito a criação voltada para o produto. No Marketing 4.0 o foco é Cocriação.

A comunidade da marca participa ativamente informando o que eles querem comprar. Times dentro da empresa passam a observar ativamente a interação do público com a marca e interagem com seus clientes antes de criar novos produtos. As redes sociais têm um grande papel nessa demanda, mas a observação é feita considerando diversos canais.

Preço – Recorrência

Muitas empresas começam a focar na recorrência. Assim, fica mais fácil planejar e ter previsibilidade de caixa para se concentrar no crescimento do negócio.

Podemos citar Netflix e a Spotify como empresas com DNA 100% de recorrência e com foco no usuário.

Praça – Ativação comum

Hoje, qualquer pessoa pode vender qualquer coisa de qualquer lugar do mundo. A Internet possibilita que negócios digitais possam surgir sem barreiras ou limitados por praças.

via GIPHY

Uma loja em uma rua movimentada de São Paulo não se limita geograficamente ao bairro. Ela pode facilmente vender para o Brasil inteiro usando um sistema de e-commerce.

Promoção – Conversação

A palavra chave quando se fala em promoção é: Marketing de Conteúdo.

As empresas se promovem entregando valor para seus clientes, compreendendo a jornada de compra e entregando conteúdos relevantes.

A migração das empresas para estratégias como Inbound Marketing que focam em conteúdo de valor e comunicação efetiva tem sido cada vez maior.

Outro aspecto que está mudando gradativamente e a passos largos é a compra de mídia.

Cada vez mais as marcas têm considerado a diminuição de investimento em TV, rádio, jornal, revistas e mídias físicas para investir mais em Google Ads, Facebook Ads, blogs, Adnetworks e mídias digitais.

A vantagem das mídias digitais é o preço e a grande quantidade de dados para análise de performance de campanhas que as redes oferecem.

Conclusão

Houve um tempo em que a Internet não era o centro das atividades de Marketing e promoção de produtos e serviços e existiam poucas regras e órgãos regulamentadores da publicidade. Se quiser entender um pouco mais como era feito o marketing no início, recomendo fortemente que assista a série Mad Men que pode ser encontrado na Netflix.

No atual cenário, a concorrência aumenta e as possibilidades de atuação do marketing atinge uma gama quase infinita de possibilidades. Todos os dias surgem canais, ferramentas e programas que revelam novas oportunidades.

O Publicitário que se destaca é aquele que consegue identificar essas oportunidades antes da concorrência.

Gostou? Deixe um comentário! Vou adorar debater esse tema incrível com você!

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Guilherme Moura

Marketing Expert em Conexorama
Apaixonado por Marketing Digital e Marketing de Afiliados. Ganhador do Prêmio RedBelt da Eduzz (faturamento acima de 6 dígitos). Nas horas vagas, praia, sol e água salgada.
Guilherme Moura