Blog, Marketing de Conteúdo,

5 dicas para incluir memes na estratégia de marketing sem exagerar

Por Content em 13 de maio de 2020
Já pensou em como a utilização memes podem ser interessantes para as estratégias de marketing na sua empresa? Confira dicas e quais cuidados você deve tomar.
Leitura de 9 minutos

Quer criar uma publicação que engaje seu público ? Já pensou em usar memes na comunicação de sua empresa? Nunca houve tantas pessoas criando e consumindo memes na internet. Esse tipo de conteúdo viral está cada vez mais popular e atualmente, é a grande estrela das redes sociais.

Uma vantagem em utilizar esse conteúdo no seu planejamento de mídias sociais é o aumento do alcance da sua marca nas redes sociais.

Em outras palavras, ao aumentar o engajamento da sua audiência com a sua página, você consequentemente aumenta o tráfego e a visibilidade dos seus perfis nas redes sociais.

Você provavelmente já deve saber que recursos visuais chamam mais atenção dos usuários das redes sociais em comparação com outros formatos. Como memes são recursos visuais, além de serem atraentes e feitos para serem compartilhados, são fáceis e baratos de criar,  um sonho para qualquer profissional da área de marketing.

Porém existem cuidados a serem tomados na hora de incluir esse formato nas suas publicações. Quer entender quais são eles e como utilizar memes de forma assertiva na estratégia de marketing da sua empresa? Acompanhe aqui!

O que são os memes?

Você com certeza já viu esse termo, dentro e fora da internet, porém você realmente sabe o que são memes?

 

Os memes nasceram dentro das redes sociais, com os mais variados formatos, podendo ser imagens, vídeos ou frases que são compartilhados de forma viral na rede.

Esse tipo de conteúdo viral geralmente usa alguma sátira, comentário social ou nostalgia na sua piada. Isso mostra que um meme deve ser sempre engraçado, mas também inteligente.

Porém, o que diferencia um meme de um viral, tornando-o único na internet, não é a velocidade de seu compartilhamento e, sim, que ele é transformado durante este processo.

Um meme tem sua forma original, que ao longo do tempo é alterada e distorcida para se adaptar a mensagem que o autor daquela variação quer passar.

Como fazer isso na prática? // Memes: como nascem? De que se alimentam? Onde vivem? // Marcas que usam memes para vender

O que não passava de um vídeo sobre uma viagem em família se tornou um dos memes mais famosos do mundo, sendo compartilhado e transformado em todas as redes sociais. E até hoje é utilizado por inúmeras marcas para divulgação de seus produtos e serviços.

Meme da Chloe
Outro exemplo é o da Brastemp que utilizou os memes nacionais mais conhecidos da época para falar das vantagens de seus produtos e tecnologia na sua propaganda.

5 dicas para incluir memes na estratégia de marketing sem exagerar

Agora que você já sabe o que é um meme, confira como começar a colocar essa estratégia em prática com esse passo a passo.

#1 Tenha certeza que o Meme combina com a sua marca

Público alvo

Assim como em qualquer outra estratégia de mídia social, o primeiro passo para começar é entender o seu público.

Faça uma análise sobre o que seus públicos alvos consomem nas redes sociais, o que postam, quem os influencia, qual canal mais utilizam e o porque. Buscar entender como a sua audiência se comporta irá te ajudar a criar uma estratégia de conteúdo de sucesso e ainda divulgá-la da forma correta na sua presença digital.

Sua marca

A segunda parte é entender a personalidade da sua marca.

Entenda qual é o objetivo por trás de cada canal de comunicação que sua empresa utiliza, como você se comunica com sua audiência, o tipo de conteúdo que publica e o tom de voz das suas postagens.

Ter um brandbook, ajudará bastante nesse processo. Confira como é o nosso:

Após ter feito esse estudo, fica muito mais claro que tipos de memes combinam mais com a sua empresa, qual é o melhor formato para a divulgação e a frequência com que isso pode ser feito.

Conheça o ambiente

Não adianta conseguir fazer algo engraçado com o meme do momento se ele não está de acordo com a proposta da sua empresa.

Entender o contexto da piada é um cuidado indispensável na hora de planejar um uma publicação desse tipo.

Só assim você saberá como utilizá-la no momento certo, da forma correta e tendo certeza que os valores e objetivos do seu negócio estão de acordo com tudo que está sendo divulgado.

📌Dica: a chave para o sucesso dessa estratégia é saber como dosar essas mensagens engraçadas com informações do seu produto ou serviço e cultura organizacional.

Exemplo 1: Aqui você pode perceber que usamos do Dia Internacional do Café para falar um pouco da nossa rotina e cultura organizacional. Tudo isso com uma boa dose de humor e identificação da nossa audiência, afinal o café está presente no dia a dia das empresas.

Meme do Café

Exemplo 2: Um de nossos clientes, a CHC Advocacia, utiliza um meme para trazer humor sobre a rotina da profissão. Ao mesmo tempo, conseguiu demonstrar que um dos objetivos deles nas redes sociais é descomplicar as questões jurídicas, e não torná-las mais difícil.

Meme Bloqueado

#2 Keeping Up With The Trends

Outro detalhe importante para o sucesso dessa estratégia é o timing. Por isso, é preciso que sua equipe de marketing esteja sempre monitorando assuntos que estão sendo discutidos na internet. Você pode fazer isso observando:

  1. As hashtags e assuntos mais comentados das redes sociais;
  2. Os influenciadores digitais das suas personas;
  3. Alguns podcasts e canais de vídeos sobre assuntos que interessem sua persona;
  4. As redes sociais de seus concorrentes;
  5. O Google Trends.

Dessa forma, quando um meme surgir, sua empresa conseguirá agir muito mais rápido, na análise do meme, no planejamento da estratégia e por fim na adaptação do conteúdo para as suas redes sociais corporativas.

#3 Seja original

Uma das suas metas no uso dessa estratégia é envolver seu público com a sua piada. Porém, não esqueça que você é uma marca e, seu principal objetivo é aumentar o reconhecimento dela na internet.

Por ser algo tão popular, você tem que saber se destacar.

Apenas repostar um conteúdo de terceiros não é o suficiente. Você precisa ser autêntico. Por isso, sempre adapte o meme para a sua realidade e a realidade das suas personas. O ponto chave é trazer esse contexto com uma visão bem humorada. E claro, seja criativo!

📌Dica: alinhe o que o meme quer dizer com o slogan, missão ou valores do seu negócio. Você também pode utilizá-lo em divulgações de promoções e ofertas.

Exemplo: Levando em consideração que o público alvo do Programa Trainee da CHC Advocacia são jovens, eles divulgaram a abertura das inscrições com um meme.

Meme CHC Trainee

#4 Tome cuidado

Lembre-se de que você está atuando em uma estratégia de marketing digital. Por mais que seja empolgante brincar com conteúdos virais, você tem um objetivo que é agregar valor para sua marca. Por isso, esteja atento a quatro situações:

1 – Divulgue memes que realmente criem envolvimento com seus possíveis clientes e tenha uma estratégia de linha editorial bem definida por trás. Se não, você está só gastando o tempo da sua equipe e enchendo seu feed.

2- Não exagere! Tome cuidado com a frequência com que é divulgado e a quantidade de publicações em um curto período de tempo. Os memes devem ser um ponto de  descompressão em suas mídias sociais, não o conteúdo central.

3 – Um outro cuidado importante são os termos ofensivos. As redes sociais são um local propício para o surgimento de polêmicas. Tenha muito cuidado na hora de adaptar um meme para não desrespeitar um grupo de pessoas específico ou alguma causa.

4 -Verifique se as imagens que o seu meme utiliza são protegidas por direitos de gerenciamento digital. Caso positivo, isso significa que elas não podem ser usadas para fins comerciais.

#5 Crie, poste, acompanhe e repita

Como qualquer estratégia de marketing digital eficiente, após uma ação ir para o ar, você deve acompanhar as métricas referentes a ela. Apenas dessa maneira você conseguirá entender os resultados obtidos e aprimorar sua estratégia. Mas quais métricas acompanhar?

  • A taxa de engajamento é uma ótima forma de entender como esse novo conteúdo performou. Compare essa taxa com suas últimas publicações e entenda o que deve ser alterado na próxima vez:

Cálculo:

interações (curtidas, compartilhamentos, salvos e comentários)

————————————————————————————–

alcance (ou impressões ou visualizações)

  • Acompanhe também o número de menções da sua marca em todos os meios. Quantas pessoas comentaram sobre a sua postagem em outras redes sociais e o que elas falaram?

 

  • Outra métrica interessante para acompanhamento a médio prazo é a média de crescimento por rede social da sua marca, assim você consegue entender como esta o alcance da sua empresa em cada canal digital.

O ponto de monitorar uma estratégia de marketing e comunicação com memes na sua empresa é entender como seu público responde a ela. Fique atento aos feedbacks qualitativos e quantitativos que você irá receber. Faça testes o tempo todo para ver qual a melhor estratégia para sua marca.

Dessa maneira, existirá uma melhora constante de seus conteúdos, com isso um crescimento da sua audiência nas redes sociais e da representatividade da sua marca.

E agora?

Agora você já sabe como incluir memes na estratégia de marketing da sua empresa sem exagerar.

 

 

 

Utilizá-los nas suas redes sociais aumenta a identificação do seu público com a sua empresa de uma forma barata e simples. Como qualquer processo criativo confie nas suas análises de público e sua experiência com a marca, isso lhe dará um norte sobre a dose de humor e inteligência das postagens.

E claro não se esqueça da regra de ouro, quanto mais memes você consome mais fácil fica de adaptá-los para a sua marca! 😁

Você já utiliza esse tipo de viral nas suas publicações? Conseguimos te ajudar nessa tarefa? Esperamos que sim! Fique a vontade para deixar aqui sua sugestão ou comentário sobre como utilizar memes na estratégia de comunicação de sua empresa.

Quer receber dicas sobre marketing digital e ainda rir com alguns memes? Siga o perfil da Conexorama no Instagram!

*Artigo produzido em co-autoria com Laís de Farias

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!