Blog, Marketing de Conteúdo,

[SEO] O que é o Google Knowledge Graph e como ele afeta seus acessos orgânicos?

Por Shymenne Siqueira em 7 de novembro de 2022

Que o Google possui uma infinidade de dados sobre você e todos que você conhece não é nenhuma novidade. Mas o que ainda nos surpreende é a capacidade deste buscador de utilizar esses dados para cada vez mais facilitar a vida dos usuários.

O Google Knowledge Graph é mais um exemplo disto. A ferramenta, que em tradução livre é o mesmo que “Gráfico do Conhecimento”, oferece ao usuário uma forma mais rápida e dinâmica de encontrar determinada informação e seus complementos no buscador.

Mas você sabe como seu site ou blog é afetado por essa ferramenta?

Neste artigo, entenda o que é o Google Knowledge Graph, seus benefícios e como os acessos orgânicos de seu site são afetados pela ferramenta.

O que é o Google Knowledge Graph?

A declaração da Missão do Google diz claramente que seu objetivo é fornecer resultados de busca certos, dentro do menor tempo possível. E é exatamente esse o propósito do Google Knowledge Graph. 

A ferramenta é um enorme banco de dados que permite ao Google fornecer respostas rápidas e certeiras nas pesquisas dos usuários. O Knowledge Graph funciona como um mapa mental, que combina a pesquisa realizada com informações armazenadas para reunir as respostas e fatos mais relevantes para seu usuário.

Veja por exemplo quando você busca por “Quando o Google foi fundado?”:

Captura de tela Google Knowledge graph

Além de responder à pergunta, o Google também oferece informações sobre a localização da empresa, seus fundadores, e empresas subsidiárias.

Esse tipo de resposta só é possível ser dada justamente porque o buscador cruzou o termo consultado com informações que estavam armazenadas no Knowledge Graph. Ou seja, a ferramenta combinou pesquisa com informações e reuniu os fatos mais relevantes para facilitar a vida do usuário.

Para os usuários, o principal objetivo do Google Knowledge Graph é fornecer diversas informações de uma só vez, sem que esse usuário precise clicar em mais páginas para obter outras informações sobre o assunto pesquisado.

Segundo informações do Semrush, ao pesquisar “Tom Cruise”, o Google Knowledge Graph fornece respostas com base em 37% das consultas que as pessoas fazem sobre o ator.

Como o Google Knowledge Graph pode afetar o seu site

Que o Google Knowledge Graph é ótimo para os usuários, não resta dúvidas. Mas e em relação ao seu site? Essa ferramenta pode prejudicar o seu SEO?

Essa dúvida é muito pertinente, afinal de contas, ao oferecer respostas diretamente no campo de buscas, o Google entrega as respostas sem que o usuário precise acessar seu site.

O Google Knowledge Graph surgiu em 2012, e uma pesquisa realizada pela Jumpshot’s Panel nos Estados Unidos e no Reino Unido mostrou que, entre 2014 e 2016, se iniciou uma queda no número de buscas que não resultaram em um clique.

Além disso, a ferramenta acaba privilegiando links pagos ao analisar as informações armazenadas para dar a resposta aos usuários. Ou seja, mais uma vez, as oportunidades orgânicas são, de certa forma, prejudicadas.

Mas não precisa olhar feio para o Knowledge Graph! Entenda como aparecer no Knowledge Graph do Google e reduza esse impacto negativo no seu site:

Como aparecer no Knowledge Graph do Google?

Se você quer inverter o jogo e tirar proveito da ferramenta, você precisa oferecer ao Google o acesso direto às suas informações, e fazê-lo entender que o seu site é confiável e que os conteúdos que você disponibiliza são exatamente aquilo que os usuários buscam.

Sim, não é tão simples! Mas com algumas dicas é possível chegar ao topo das páginas de pesquisa, além de aparecer nos Painéis de Conhecimento e em Rich Snippets. Confira:

  1. Registre-se no Google Search Console;
  2. Cadastre-se no Google Meu Negócio e  também no Google Maps;
  3. Tenha uma página no Wikidata e artigos sobre sua empresa ou negócio na Wikipedia;
  4. Use a marcação Schema;
  5. Cuide de sua reputação: mantenha seu conteúdo atualizado e seus perfis sociais ativos;
  6. Cuide da experiência do usuário e ofereça conteúdos de qualidade;
  7. Produza conteúdos com foco na funcionalidade de seu serviço ou produto

Essas dicas não são uma fórmula mágica, mas passos essenciais para garantir que seu site ou blog tenha uma reputação positiva e seja sempre considerado pelo Google como uma boa fonte de informação.

Como o Google Knowledge Graph pode auxiliar sua estratégia de negócios?

Justamente por ser um extenso banco de dados, o Google Knowledge Graph é uma fonte imensurável de insights relacionados ao comportamento do público. Afinal de contas, ao buscar por uma palavra-chave, você encontra uma série de outros assuntos relacionados e já pesquisados. 

Outro ponto importante desta ferramenta é que ela irá beneficiar a sua página desde que você entenda a importância de facilitar a vida do usuário, ou seja: cuidando da experiência e fornecendo conteúdos de qualidade e conforme as boas práticas do Google.

A otimização dos conteúdos de seu site ou blog, que é algo que você já deve estar fazendo, é algo que só trará benefícios e mais oportunidades para que seu conteúdo apareça no topo e em destaque.

Como você já sabe, o Google Knowledge Graph não é uma novidade, mas é uma ferramenta que pode ser explorada em benefício das suas estratégias de Marketing de Conteúdo.

E você? Já trabalha alguma estratégia para ter mais destaque nas buscas do Google? Conte pra gente!

Banner "Atingimos 200K acessos orgânicos mensais, confira o case"
Shymenne Siqueira

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x