*Como fazemos, Blog, SEO,

Escrita criativa: 11 dicas para melhorar a performance do conteúdo do blog

Por Rosângela Menezes em 24 de julho de 2019
Leitura de 6 minutos

Todos os redatores querem ter uma escrita criativa que seja capaz de produzir um daqueles artigos com uma taxa de rejeição baixíssima e um tempo de permanência na página bem acima dos 2 minutos.

Há quem acredite que na correria do dia a dia, seja nas agências ou em empresas cujo projeto de inbound marketing está a todo vapor, sair da caixa e escrever um texto que ganhe vida própria na internet é um grande desafio. E é mesmo!

Mas, a grande verdade é que escrever se aprende escrevendo e criatividade não é algo que possa ser ensinada.

Para desenvolver uma escrita criativa, você precisa além de treinar o texto, ajustar também o olhar de leitor.

Você tem algum blog preferido?

Um jornalista, escritor ou redator?

Faça o exercício de ler com calma o que essas pessoas escrevem, o que elas fazem de diferente e que você pode tentar no seu texto.

Um bom redator é, antes de tudo um bom leitor. Quer conferir mais dicas para viralizar o conteúdo do blog da sua empresa? Continue a leitura do artigo!

6 dicas preciosas para desenvolver a escrita criativa

  • Escreva sempre – Tenha um caderninho disponível para quando uma ideia aparecer do nada. É difícil, mas acontece. Treinei tanto esse olhar de leitor que, sempre que me inspiro em algum texto, coloco um post it do lado com uma observação: “tentar esta técnica com o cliente x”. Serve para artigo, email marketing, ebooks e até mesmo um romance;

  • Tenha foco – Pessoas multitarefas são mitos. Fazer mais de uma atividade por vez reduz pela metade a sua produtividade. Vai escrever? Feche o email, as redes sociais, ignore o celular e coloque a mão na massa.

  • Leia – Esta dica não é para soar como “Leia os clássicos” mas sim, tenha referências. Acompanhar o trabalho das pessoas que você admira é um grande passo para a escrita criativa. No fim, todo mundo se inspira em todo mundo e a magia acontece. Inspire-se você também!

  • Tenha uma coleção de abertura de texto – Essa dica está totalmente alinhada com o parágrafo anterior e aprendi no livro “Roube como um artista: 10 dicas sobre criatividade” de Austin Kleon. Funciona mais ou menos assim: gostou da forma de como um texto foi organizado ou iniciado, salve nos favoritos em uma pasta para consulta. Eles serão muito úteis para os dias mais corridos em que você precisa escrever muito rápido, mas não está inspirado.

  • Você é um profissional do texto, então seja profissional – Isso significa dizer que não importa se você está em um dia ruim e sente vontade de bater com a cabeça na tela do computador por falta de inspiração, se existe prazo o texto precisa sair. Você vai ganhar um prêmio de escrita criativa neste dia? Não, mas o deadline precisa ser cumprido, né? Para esses momentos, fique dentro da caixa e tudo bem.

 

  • Releia o seu trabalho – Acredito que esta é uma das dicas mais importantes, pois é por meio da releitura e reflexão sobre os próprios textos é que conseguimos identificar os nossos pontos fortes e fracos. Bom, os pontos fracos já sabemos que é preciso melhorar. E os fortes? Praticar mais para otimizar! Escrita criativa, portanto, é leitura, treino e releitura do trabalho. Essas dicas juntas nos salvam para os dias de falta de inspiração. Por fim, elimine a autocrítica do seu processo de criação. Escreva!

5 técnicas para tornar o texto mais criativo

1.Prefira as frases curtas

Já dizia Vinicius de Morais: “Uma frase longa não é nada mais do que duas curtas”.

Além do fato de que o leitor só consegue captar um número de palavras antes dos olhos pedirem um descansinho, frases curtas reduzem a chance de erros.

E sabe o que mais? Não precisamos tanto de conjunções, não tropeçamos em concordância e não erramos na vírgula. O segredo do sucesso são 150 caracteres.

Se você quiser ousar, intercale frases curtas com períodos longos. O texto vai ganhar uma cadência que vai dar aquela aumentada desejada na taxa de permanência do blog que sempre almejamos.

2. Sentenças positivas sempre

Não é comum confundirem a escrita criativa com linguagem rebuscada e os textos que mais prendem os leitores estão longe de ser isso.

Portanto, fale sempre o que um serviço, produto, objetivo, fato é e não o que não é. Não lembrar é esquecer, Não dar atenção é ignorar, uma entrega que não atrasa é uma entrega rápida e assim por dia diante.

3. Palavras simples leva a clareza

Na maioria das vezes as palavras pomposas e desconhecidas despertam desconfiança no leitor. Soam quase como algo hesitante.

Qual o objetivo de manter um blog ativo e otimizado com boas técnicas de SEO? Atingir o maior número de pessoas (e chegar bastante lead no RD Station, por que não?).

Você não quer colocar uma cortina de fumaça entre o marketing de conteúdo e os visitantes do blog. São pessoas, não usuários. Ninguém quer ter uma genitora e sim uma mãe. Todo mundo diz que vai a um casamento e não a um matrimônio. Seja simples.

4. Reduza os adjetivos

Aprendemos na escola que o adjetivo qualifica o substantivo, mas em se tratando de comunicação eles são inimigos mortais. Assim, corte o excesso e utilize apenas adjetivos que realmente torne o substantivo mais preciso.

Fuja das qualificações vazias e que não acrescentam nada a mais para o leitor:

  • Uma perda irreparável continua sendo uma perda, vitória esmagadora continua sendo apenas uma vitória.
  • Maravilhoso não qualifica quase nada.
  • Tudo pode ser maravilhoso: o tempo, o produto, os amigos, a família, o serviço.

Escrita criativa é também sobre cortar excessos.

5. A voz ativa é sua melhor amiga

Essa dica é bem simples: coloque o sujeito para realizar a ação.

O redator escreveu o artigo e não o artigo foi escrito pelo redator. Leia em voz alta.

Não tem algo sobrando? Voz passiva, assim como adjetivos demais, palavras pomposas e frases muito longas deixam o texto mole, sem graça.

Você precisa voltar mais de uma vez para entender o que está escrito? Reescreva! O verbo tem voz, mas é essencial que algum sujeito fale por ele.

 

Dica bônus: seja conciso. Clareza é sem dúvida a maior qualidade da escrita criativa.

E você está pronto para colocar a mão na massa e utilizar essas técnicas de escrita criativa? Para fazer com que o conteúdo performe ainda mais, confira o nosso eBook gratuito com dicas de SEO para redatores.

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Rosângela Menezes

Planner Analyst em Conexorama
Jornalista apaixonada por marketing digital e literatura de não-ficção. Nas horas vagas gosta de inventar na cozinha.
Rosângela Menezes