Blog, Email Marketing,

Copywriting para e-mails: 4 dicas infalíveis

Por Content em 7 de junho de 2019
Leitura de 6 minutos

O e-mail marketing faz parte da rotina de praticamente qualquer time de marketing. Mas ainda tem gente que não acredita no poder de conversão dessa ferramenta. Seja porque não tem boas taxas de clique ou mesmo porque, apesar de clicarem, os leads não convertem na solução. O problema, nesses casos, pode estar no copywriting, uma ferramenta essencial para conquistar o coração (e a mente) do seu público.

Pensando nisso, no artigo de hoje vamos falar sobre como melhorar o copywriting para e-mails no seu negócio e impulsionar o funil de vendas.

O que é copywriting para e-mails e por que ele é importante?

Para começar, vamos falar um pouco sobre a importância do copy para o sucesso do seu e-mail? O copywriting é uma técnica de escrita persuasiva, que procura guiar o leitor a uma ação estratégica. Ou seja, não basta escrever de forma gramaticalmente correta. Em um bom copywriting para e-mails, texto precisa ser atrativo, fluido e fácil de ler.

Afinal de contas, quantos e-mails você recebe por dia? Provavelmente dezenas (se não forem centenas)! Isso sem falar nas outras distrações que começam assim que você liga o computador.

Então se coloque no lugar da sua base de leads, porque a mesma coisa acontece com ela. São dezenas de mensagens atrativas chegando na Caixa de Entrada dos seus leads o tempo todo. Isso significa que, ao enviar e-mail marketing, você está competindo com milhares de outros gatilhos.

Por isso, quando você consegue fazer com que o usuário abra o e-mail (usando o assunto certo), tem o desafio ainda de captar a sua atenção e fazê-lo investir tempo na ação que você busca. O que só é possível com um copywriting para e-mails adequado!

E para ajudar quem está com dificuldade nessa parte do trabalho, eu separei algumas dicas de práticas que nós usamos aqui na Conexorama para compartilhar com você. Olha só!

4 segredos para um copywriting de e-mails infalível

1. Conheça o seu público

A primeira dica para ser sucesso na sua estratégia de e-mail é conhecer bem os seus leads. Assim, você consegue conversar de forma mais próxima com o seu público e abordar as principais dores dele.

Conheça os assuntos que mais interessam para a sua base de leads e como abordá-los. Além disso, faça testes e encontre o tom certo para se comunicar com o seu público. Também aposte em segmentar os disparos, para conseguir chegar a um resultado mais persuasivo.

Dessas maneiras, você consegue entender como seus leads preferem ser tratados e encontra a linguagem ideal para envolvê-los!

2. Não “engane” o leitor

Muita gente acha que o segredo para um bom e-mail marketing está em usar um assunto chamativo e até sensacionalista. Como eu já comentei, não dá para dizer que essas pessoas estão completamente erradas, afinal de contas, você precisa fazer o lead abrir a sua mensagem.

Mas essa tática vai adiantar muito pouco se o assunto não entregar valor real ou for simplesmente mentiroso.

Um assunto que não condiz com o tema do e-mail ou tenta manipular o leitor só vai deixar seus leads frustrados e gerar uma alta taxa de descadastro. Além disso, dependendo de como você fizer isso, pode até acabar caindo no spam com muito mais facilidade.

Então use assuntos que estejam relacionados com o texto interno do e-mail e faça os dois conversarem. Use o assunto apenas como uma isca e entregue valor de verdade com os seus e-mails usando o copywriting!

Se você está oferecendo uma promoção, explique brevemente como ela funciona e qual era o valor anterior. Se a sua mensagem quer indicar um eBook, conte quais informações vão ser encontradas nesse material.

3. Use uma linguagem simples e direta

Mais uma vez, vamos nos colocar no lugar do usuário? É simples, imagine quando você chega no trabalho e abre a sua caixa de entrada. O que a maioria de nós faz é escanear as mensagens, ver o que precisamos responder e dar uma pequena atenção para os e-mails que são mais relevantes.

Ou seja, passamos os olhos e lemos com pouca atenção aquilo que não é extremamente importante. Por isso, na hora de escrever para o seu lead, use a linguagem mais simples e direta possível.

Aposte em frases curtas e fáceis de ler rapidamente. Evite palavras difíceis e use sinônimos delas sempre que possível. Além disso, aplique negrito em alguns trechos importantes para atrair o olhar o leitor.

4. Crie senso de urgência e de exclusividade

Gatilhos mentais são essenciais para um bom copywriting para e-mails, principalmente porque nós precisamos despertar o interesse e a curiosidade do lead.

Então aproveite para criar um senso de urgência e o estimule a tomar uma decisão rápida. Com menos tempo para refletir, ele vai ser impactado de forma mais intensa pelo seu conteúdo.

E mesmo que não feche a compra na hora, o resultado desse impacto pode ser sentido mais para frente. Afinal, não é tão racional.

Além disso, gerar um sentimento de exclusividade tem um efeito parecido. Quem não gosta de se sentir especial? No e-mail marketing, quanto mais personalizado for a sua conversa com o lead, mais importante ele vai se sentir para a sua marca.

É só observar o sucesso do Nubank, por exemplo. A marca apostou em uma comunicação próxima com seus clientes e leads, humanizada e atenciosa. Isso fez muita gente se encantar com o cartão de crédito e até fazer propaganda dele por aí (sem ganhar nada por isso)

Que tal fazer o mesmo no copywriting de e-mails?

Envie materiais exclusivos para a base de e-mail, explique que esse é um presente pelo relacionamento e se mostre disponível para ajudar o lead a solucionar suas dores. Use também variáveis para incluir o primeiro nome do lead nos e-mails e aposte nas segmentações, como eu já comentei!

Conclusão

Existem muitas formas de se aproximar do seu público, mas no Inbound as estratégias mais eficazes geralmente são relacionadas com a proximidade e simplicidade nas suas mensagens.

Em resumo, não adianta apostar em um copywriting para e-mails cheio de floreios. O que impacta mesmo seus leads é a criatividade, a exclusividade e a sensação de que aquele conteúdo caiu do céu para ajudá-lo. A gente sabe é fácil falar, mas bem mais difícil fazer na prática. Só que os resultados geralmente compensam!

Gostou deste artigo? Então compartilhe suas sugestões e dúvidas nos comentários!

*Artigo produzido em co-autoria com Eduarda Pereira

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x