Blog, Email Marketing,

4 dicas de como extrair o máximo da sua lista de emails

Por Shymenne Siqueira em 30 de janeiro de 2019
Leitura de 4 minutos
Avalie este artigo:

Quando uma pessoa, através de uma conversão, autoriza que sua empresa passe a enviar emails a ela é sinal de que um promissor relacionamento está surgindo. No entanto, de nada adianta você ter a disposição uma enorme lista de emails se não consegue extrair dela dados e Insights para tornar esse relacionamento mais próximo e certeiro.

E para ajudar você a extrair o máximo da sua lista de emails, separamos algumas dicas simples e altamente eficazes. Confira:

1. Qualifique sua lista de emails

Como já dissemos na introdução deste artigo, quando uma pessoa autoriza a sua empresa a se comunicar com ela por emails, você tem uma grande oportunidade em suas mãos. E o primeiro passo para isso é fazer com que esse lead se informe, se qualifique para que, então, se torne uma oportunidade de vendas.

E para qualificar esse lead, você precisa colocar em prática sua estratégia de Marketing de Conteúdo.

Tomando como referência a jornada de compras de sua persona, compartilhe conteúdos estratégicos e relevantes com seus leads, buscando informá-lo e, ao mesmo tempo conhecê-lo melhor.

Você pode oferecer materiais como:

  • eBooks
  • Blogposts
  • Infográficos
  • Vídeos
  • Testes
  • Calculadoras
  • Planilhas,
  • entre outros.

Além disso, utilize os formulários de suas páginas de conversão (como as Landing Pages para download de ebooks) para fazer perguntas que possam qualificar os seus leads. Isso significa fazer perguntas que possam direcionar tanto o seu conteúdo como verificar se o lead está pronto ou não para dar um passo a mais em seu fluxo de vendas.

2. Segmente suas listas de email

Para que você tenha melhores resultados, é fundamental que você segmente seus leads. Com base na qualificação, respostas dos formulários, e cliques em determinados materiais, você deverá criar listas que podem ser separadas por:

  • Localização
  • Gênero
  • Idade
  • Comportamento
  • Interesses
  • Histórico de compras
  • Taxa de cliques

É claro que suas listas serão segmentadas de acordo com o foco do seu negócio e também dos dados que você tem em mãos.

Ao segmentar as listas você aumenta as chances de enviar os conteúdos certos para as pessoas certas. Isso se chama personalização, e agrada muito seus leads, pois ao abrirem seus emails não estarão perdendo tempo com coisas que não são de seu interesse.

Animated GIF - Find & Share on GIPHY

E o mais importante: de acordo com estudo da DMA, ao segmentar uma lista de emails, a chance de conversão dos leads se torna bem maior.

3. Defina objetivos para suas listas

Spoiler Alert Nerd GIF - Find & Share on GIPHY

Na verdade, acabamos dando um spoiler no tópico acima, mas com as listas segmentadas você deverá definir o que cada uma delas deverá receber e por que estão recebendo: qual melhor conteúdo? Qual melhor formato? Newsletter? Fluxo de nutrição? O que quero que essa pessoa faça ao receber esse conteúdo?

Isso significa que para cada lista você deverá ter um objetivo traçado, e assim, aplicar a sua melhor estratégia para agradar e conquistar seus leads com os conteúdos e formatos que mais se adequam às suas necessidades e perfis.

Jean Pierre Le Roux Art GIF by VIRTUTE - Find & Share on GIPHY

4. Converse com seus leads

Com todos os insights que você consegue tirar de sua lista de e-mails você tem uma bagagem incrível para criar conversas e manter um relacionamento ainda mais próximo com seus leads e clientes.

Com os dados em mãos você pode:

Criar um relacionamento de empatia do lead com seu negócio.
Auxiliar seus leads com conteúdos relevantes quem, de fato, os ajude a resolver seus problemas.
Atuar de forma mais eficiente para que seus leads caminhem por seu funil de vendas.

Uma excelente forma de conversar e tirar bons insights de seus leads é trabalhando com fluxos de nutrição após ele fazer o download de determinados materiais.

Além de fornecer conteúdos, utilize o copy dos e-mails para mostrar que você conhece bem os problemas de seu cliente e aproveite para fazer algumas perguntas, como por exemplo, se ele gostou do material enviado no e-mail anterior, ou se ficou alguma dúvida que você pode esclarecer. Mostre empatia e disposição!
Você tem a informação que precisa!
Se você chegou até aqui deve ter percebido um ponto em comum em nossas dicas: a importância de conseguir dados, transformá-los em informação e utilizá-la de forma inteligente.

E esse é um dos grandes benefícios de se trabalhar com Marketing Digital: obter e medir dados e transformá-los nas informações necessárias para utilizá-las não só a favor do seu negócio, mas principalmente, a favor dos seus clientes.

E se você quer saber mais sobre Marketing Digital e as novidades do mercado, acompanhe nosso blog!

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Shymenne Siqueira

Content Expert em Conexorama
Jornalista de formação, apaixonada por marketing digital, redes sociais, memes, futebol e pão de queijo, uai!
Shymenne Siqueira