Blog, Redes Sociais,

3 erros que podem acabar com a sua imagem nas redes sociais

Por Lívia Rezende em 12 de abril de 2019
Leitura de 5 minutos
3 erros que podem acabar com a sua imagem nas redes sociais
5 (100%) 3 vote[s]

As redes sociais estão cada vez mais presentes na vida da população. Segundo o estudo feito pelo Hootsuite e We Are Social, o Brasil é o terceiro país que passa mais tempo conectado à internet: em média, 9 horas por dia. Ficando atrás da Tailândia e Filipinas. Já nas redes sociais, a média ultrapassa 3 horas diárias.

Por isso, as empresas já sabem que é fundamental estar presente nas redes sociais. É nesse ambiente que elas ganham notoriedade, melhoram a taxa de conversão, conseguem expandir para novos clientes, tem um melhor conhecimento sobre suas personas, entre outras vantagens.

Mas, é preciso saber administrar bem suas páginas, evitando erros que podem trazer resultados negativos para sua marca, como perda de consumidores.

No artigo de hoje, vamos abordar os erros que podem acabar com a imagem da sua empresa nas redes sociais. Confere aí!

Já ouviu falar que as pessoas prestam mais atenção quando você erra, do que quando você acerta?! Nas redes sociais não é diferente.

É claro que errar é o que nos torna humanos. Todos erram, faz parte do aprendizado. Mas o importante é saber como reparar, e se ater para não errar novamente. Você pode usar exemplos de outras marcas para que essas falhas não aconteçam com sua empresa.

Por isso, estar bem atento na imagem que você passa é muito importante. Evitar os erros e investir em forma de preveni-los, é algo fundamental.

E para ajudar você, listamos aqui os 3 erros mais comuns que são cometidos pelas empresas nas redes sociais, e o que fazer para não repetir esses erros.

Cuidado com os conteúdos

Todos querem que seus conteúdos se tornem viral. Na maioria das vezes, isso traz uma imagem positiva e aumenta o alcance para os usuários que não conhecem. Mas, deve-se pensar muito no que escrever, reler várias vezes, e pedir para outras pessoas lerem também. Pois, para você, terá um sentido que pode ser diferente para cada pessoa.

Humor não é fazer piadas que ofenda alguém. Seu conteúdo e sua marca serão vistos negativamente, você perderá possíveis novos clientes, além de poder receber um processo por injúria.

Um exemplo é a marca Bic, que lançou uma propaganda para o Dia da Mulher em 2015, na África do Sul, com a legenda “Se pareça com uma mulher. Aja como uma dama. Pense como um homem. Trabalhe como um chef”.

Essa frase leva a pensar que para ser bem-sucedida, a mulher precisa “pensar como um homem”. Depois que muitas internautas reclamaram com a propaganda, a marca pediu desculpas e apagou o post.

Mesmo assim, a marca é lembrada por muitos usuários até hoje, pelo modo como estereotipar a mulher na sua campanha.

Esteja presente

Como já falamos, as redes sociais são muito usadas no Brasil. Por isso, é fundamental estar presente, não apenas publicando conteúdos, mas também respondendo os comentários e dúvidas. O SAC 2.0 é aquele feito através das redes sociais, mas vai além disso, é estar preparado para se comunicar onde quer que seu consumidor esteja, com uma interação mais humana.

O tempo de resposta, o tipo e o modo da interação são levados em conta quando o consumidor vai tomar a decisão de comprar ou não seu produto/ serviço. Isso afeta diretamente a imagem que sua marca passa. Deixar de responder um comentário ou apagá-lo, mostra que você não se preocupa em resolver, e quer “varrer a sujeira para debaixo do tapete”.

Outro ponto, é fazer o possível para responder os comentários o quanto antes. Alguns clientes perdem o interesse com a demora da resposta. É importante que você leia a reclamação, e faça o possível para resolvê-la o quanto antes. Isso mostra para os outros usuários que você se preocupa em resolver. O ideal é investir em profissionais que façam essa gestão de redes, acompanhando as mensagens diariamente.

Aqui no blog da Conexorama temos um artigo sobre monitoramento, vale a pena dar uma olhada.

Seja consistente

Tenha um planejamento das suas postagens. Analisando os dados que as próprias redes sociais divulgam, você vai conseguir saber se é melhor para seu negócio: publicar todos os dias, 3 vezes por semana, ou 2 vezes por semana.

Mas não deixe de atualizar as redes. Uma página do Facebook que não é atualizada há 2 meses, já é esquecida pelos seus usuários, e não ganha novos seguidores – consequentemente, possíveis novos clientes. Mostre que você está sempre ativo. Mesmo que seja publicando 2 vezes por semana, responda, interaja e se interesse pelo seu público todos os dias.

Dica extra: humanize sua página

Como falamos, as redes sociais trouxeram o SAC 2.0 – e já se falam em SAC 3.0 -, para responder dúvidas e comentários de forma humana. Fazer com que sua marca não seja apenas uma empresa com várias burocracias, mas sim, uma empresa que é feita por pessoas, que tenham empatia e saiba ajudar seus clientes de todas as formas.

Empresas que fazem isso muito bem, são a Nubank e a Netflix. Além de postagens engraçadas, que ao mesmo tempo passam informações para seus usuários, eles conseguem responder às interações de forma descontraída e muito solicita. Isso faz com que a empresa se aproxime do público, mostrando que ela não é só uma organização, mas um conjunto de seres humanos, dispostos a te ajudar.

Essas dicas são simples de executar na sua empresa e podem fazer muita diferença no relacionamento e na percepção que você passa para seus clientes através das redes sociais. Claro que não podemos prever todos os resultados que as ações vão causar, mas podemos mostrar que sua marca está ali de forma ativa, e pronta para ajudar!

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe nas Redes Sociais!

Lívia Rezende

Formada em jornalismo. Apaixonada por marketing digital, Disney e futebol americano.
Lívia Rezende